Dermatite de Contato

Quando algumas substâncias químicas entram em contato com a pele elas podem desencadear uma reação alérgica que envolve o sistema imunológico denominada dermatite de contato alérgica. Em alguns casos essas substâncias químicas causam apenas uma dermatite de contato irritativa.

A dermatite de contato irritativa é mais dolorosa do que pruriginosa, é o resultado de um agente que danifica a pele ao entrar em contato com ela. Quanto mais tempo a pele fica em contato ou quanto maior a concentração do agente, mais grave é a reação. Os sabonetes e detergentes são as causas mais comuns. Essas reações ocorrem mais frequentemente nas mãos e relacionadas ao trabalho.

A dermatite de contato alérgica é melhor exemplificada por lesões pruriginosas, vermelhas com formação de pequenas bolhas.

A reação da dermatite de contato pode ocorrer 24 a 48 horas após o contato. Os agentes que mais causam dermatite de contato alérgica são: Níquel, perfumes e fragrâncias, corantes, borracha (látex) e cosméticos.

Alguns ingredientes nas medicações aplicadas na pele também podem causar uma reação alérgica, o mais comum é a neomicina.

O tratamento da dermatite de contato irritativa requer o afastamento do agente que causa a dermatite.

O tratamento da dermatite de contato alérgica depende da gravidade dos sintomas e da extensão das lesões.

Para prevenir as reações é importante identificar o que causa a alergia.

O medico alergista e imunologista pode realizar uma bateria de testes chamada testes de contato para identificar a substancia que causa a reação alérgica.