Cirurgia Plástica é com o Cirurgião Plástico

Hoje no Brasil, quando o assunto é Cirurgia Plástica, a grande maioria dos comentários que são feitos dizem respeito à complicações que ocorrem e estão sendo divulgadas na mídia nacional em procedimentos cirúrgicos estéticos.

Na legislação atual do Brasil não existe nenhuma restrição ao trabalho do médico, ou seja, quem termina a Faculdade de Medicina pode atuar em qualquer área médica, desde que não se anuncie ser especialista em área que não o seja.

Por isso é muito importante que uma paciente que deseja fazer um tratamento estético, seja ele cirúrgico ou não, deve procurar um médico especialista em Cirurgia Plástica.

Um Cirurgião Plástico, além da formação acadêmica em Medicina, possui 2 anos de especialização em Cirurgia Geral e 3 anos de especialização em Cirurgia Plástica. Ou seja, ele possui 5 anos de formação cirúrgica, mesmo assim não recebe automaticamente o Título de Especialista.

O Título de Especialista é emitido pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, em associação com a Associação Médica Brasileira, somente após uma avaliação criteriosa e metódica do profissional, sendo necessária a aprovação do médico em provas específicas de conhecimento teórico e prática.

Por isso, quando um médico possui o Título de Especialista em Cirurgia Plástica, significa que ele passou e foi aprovado por todo esse rigoroso processo de qualificação profissional.

Sendo assim, quando você desejar fazer um tratamento de Cirurgia Plástica, procure se informar sobre o seu médico e se ele é um Cirurgião Plástico. Consulte o Conselho Regional de Medicina ou a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.

Link Informativo da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - Clique aqui